+351 210 001 617 (Lisboa) | +351 289 098 720 (Faro)

Exportações cresceram 10% em 2017

Em 2017 as exportações de bens atingiram os 55 029 milhões de euros, correspondendo a um aumento nominal de 10% face a 2016. 

Também as importações aumentaram 13,1% em relação ao ano anterior, totalizando 69 489 milhões de euros.

Os principais clientes e fornecedores externos de Portugal continuaram a ser Espanha, França e Alemanha, que conjuntamente representaram 49,1% das exportações e 53,3% das importações.

Espanha continuou a ser o principal parceiro de Portugal (com 25,2% das exportações e 32,3% das importações) e foi o mercado que mais contribuiu para o aumento global em ambos os fluxos. Ainda assim, o maior défice comercial manteve-se com Espanha.

Em 2017 Portugal registou o maior excedente da balança comercial com os Estados Unidos, sendo que no ano passado foi com o Reino Unido.

As Máquinas e aparelhos mantiveram-se como principal grupo de produtos importado e exportado em 2017, mas os maiores acréscimos registaram-se nas exportações de Veículos e outro material de transporte e nas importações de Combustíveis minerais.

 

Empresas Exportadores 2013-2017

Nestes 5 anos uma média de 48 514 empresas exportou bens. Dessas, 32 685 já exportavam no ano anterior, concentrando um valor médio anual de 48 188 milhões de euros, ou seja, 96,4% do valor médio das exportações totais neste período.

As novas empresas exportadoras que surgiram nestes últimos 5 anos apresentaram um valor médio de exportações por empresa superior ao das empresas que deixaram de exportar nesse mesmo período. (49 milhões de euros face a 6 milhões de euros, respetivamente), ainda que consideravelmente inferior ao valor das empresas que continuaram como exportadoras de bens (1 474 milhões de euros).

 

Empresas importadoras 2013-2017

Entre 2013 e 2017 o número de empresas importadoras de bens aumentou continuamente, destacando-se o crescimento para 19 192 empresas em 2017, para 173 516 empresas importadoras, o que corresponde a um aumento de 12,4% em relação a 2016.

Nestes 5 anos, uma média de 148 776 empresas importou bens em cada ano. Destas, 99 259 já era importadora no ano anterior, enquanto 49 517 eram novas empresas importadoras.

Durante este período, as novas empresas importadoras atingiram um valor médio por empresa superior ao das empresas que deixaram de importar (19 milhões de euros face a 0,4 milhões de euros, respetivamente. Ainda assim, um valor inferior ao das empresas que continuaram a importar bens (601 milhões de euros).

 

Fonte: INE