+351 210 001 617 (Lisboa) | +351 289 098 720 (Faro)

Linha Capitalizar 2018

No âmbito da linha Capitalizar 2018 serão lançados novos instrumentos de financiamento que totalizam um montante de 3500 milhões de euros.

O Ministro da Economia salientou que foram alargadas as condições de acesso «a um novo tipo de empresas que vão até aos 3000 trabalhadores, empresas que são essenciais ao processo de inovação e modernização da economia portuguesa e a empresas que são essenciais para a exportação».

Durante a sessão de apresentação, que decorreu no passado dia 11 de julho, o Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral  referiu que «muito do processo de exportação e seu aumento está a ser feito por Pequenas e Médidas Empresas mas também por MidCaps, que são empresas de média dimensão e que estão mais bem posicionadas para se afirmarem nos mercados globais».

O Ministro da Economia salientou também que a linha MidCaps é a primeira que «substancia um instrumento de on-lending», que permite a uma organização emprestar dinheiro que lhe foi emprestado. «O on-lending é importante porque alarga as fontes de financiamento da economia portuguesa. Estamos a trazer financiamento do Banco Europeu de Investimento para a economia portuguesa e a distribuir pela banca, que é que quem vai depois distribuir este investimento» pelas empresas, afirmou.

Programa Capitalizar possui cinco eixos estratégicos – simplificação administrativa, fiscalidade, reestruturação empresarial, financiamento e mercado de capitais – e tem como objetivo capitalizar pequenas PME, promover estruturas financeiras nas empresas mais equilibradas, reduzir os passivos das empresas economicamente viáveis, bem como a melhor as condições de acesso ao financiamento por parte das microempresas e PME. A linha Capitalizar 2017, no valor de 1.600 milhões de euros, foi responsável pela aplicação, em média, de 140 milhões de euros por mês na economia, segundo dados revelados pelo Ministério da Economia.